O PODER DO CARTAZ!
23 de julho de 2018
CONVITES DE CASAMENTO CRIATIVO!
6 de agosto de 2018

O uso de dispositivos eletrônicos por parte de crianças vem crescendo. Essa é a conclusão de um levantamento feito com 2.044 pais e mães, com filhos de 2 a 8 anos.

A pesquisa apontou que 38% das crianças pertencentes a essas famílias possuem dispositivos eletrônicos (celular, tablet, computador, videogame ou TV). O mesmo estudo identificou ainda que caiu o número de famílias que permitem o uso de aparelhos eletrônicos durante as refeições ou antes de dormir e que atualmente, 47% dessas crianças gastam mais de três horas com atividades (há 5 anos atrás, só 6% eram donas de um aparelho. Isso significa um aumento de seis vezes em cinco anos).

Outro dado de extrema relevância nesse levantamento é que 47% das crianças têm algum influenciador digital ou canal que acompanha com frequência, e que o computador é o dispositivo mais compartilhado na casa pela criança com os outros moradores e/ou irmão (93%). Na sequência aparecem TV (83%), Smartphone (80%), tablet.

Comportamento dos pais:
60% acham que os dispositivos preparam melhor o filho para o futuro.
59% acreditam que os gadgets são importantes para distrair os filhos enquanto fazem suas atividades.
51% ficam preocupados com o fato de o filho deixar de brincar para usar os gadgets.

Queda positiva:
Em 2013, 84% dos pais deixavam o filho usar algum dispositivo na hora das refeições. Em 2018, esse número caiu, somente 37% permitem esse hábito, sendo que a maior preocupação de 83% dos pais em relação aos dispositivos é sobre os conteúdos impróprios para a idade.

Atividade preferida:
O que as crianças mais gostam de fazer é assistir a vídeos, sendo essa atividade preferida para:
72% no smartphone.
67% no tablet.
65% no computador.

Esses dados são de extrema importância para os meios de comunicação. Com eles é possível segmentar campanhas, criar produtos direcionados e desenvolver projetos, sites, aplicativos e parcerias para esse importante grupo.

Referência: http://www.meioemensagem.com.br

Compartilhe: