As palavras-chave para entender o que é de fato a tão falada transformação digital são “crucial para o negócio” e “demanda dos clientes”.
Quando se vê especialistas afirmando que esta é uma revolução sem volta e o principal desafio das empresas, não se trata de criar SACs, websites, e-mails ou perfis em redes sociais. Tudo isso certamente é muito válido na era do consumidor online e ativo. Mas são apenas iniciativas digitais.

Tornar uma empresa digital implica fazer mudanças não só em equipamentos e sistemas, mas sim em implantar uma nova cultura corporativa, e fazer isso chegar aos processos. É de fato usar a tecnologia para obter melhores resultados, acompanhando a evolução e as tendências de uma sociedade altamente conectada.

Mudar a cultura não significa perder a identidade. É ampliar os horizontes para assimilar as inovações e compreender como a empresa, com seu perfil, portfólio e estrutura, pode empreender uma transição positiva em meio a um movimento inevitável.

A transformação digital exige esforço, dinheiro, foco, e tempo para caminhar em etapas e capacitação, mas abre um panorama de oportunidades sem igual para quem chega lá, com ganhos em produtividade, eficiência e faturamento.

Mais do que sobreviver, uma empresa precisa ser viável, e o ingresso no mundo do Big Data, internet móvel, mídias sociais e marketing customizado pode revelar novos segmentos de mercado e modelos de negócios.

Referência: http://www.meioemensagem.com.br/

Compartilhe: