É certo que as pessoas usavam as cores para representar significados que envolviam desde status a até sentimentos e personalidade. A maioria dos artistas acreditavam que as cores das roupas nas pinturas podiam inclusive revelar o caráter das figuras retratadas.

Estima-se que cerca de 40 mil anos atrás, foram criados os primeiros pigmentos combinado de carvão queimado, gordura animal e solo (cores básicas como amarelo, vermelho, preto e branco). Com o tempo, foram surgindo outras cores, como é o caso do azul, que era considerado uma cor nobre. Os pintores utilizavam-na para destacar a imagem de divindades, o amarelo representava o ciúme e a sabedoria; o vermelho a crueldade e o amor; e o preto ao luto e a dignidade.

E hoje, como funciona?
Amarelo: refletivo e luminoso é a cor mais alegre. Representa um futuro brilhante, esperança e sabedoria. A cor chama a atenção e dá sede de acordo, em alguns casos. Com intensidade forte, ela é o símbolo da energia e da atividade mental e física.

Vermelho: é uma cor estimulante e excitante, possui associação positiva para a paixão, força, atividade e aconchego e uma negativa para agressividade, raiva, intensidade e sangue. O vermelho, também, significa vida, provavelmente devido a ligação com o sangue. É a cor do amor. Sem dúvida, é uma cor estimulante e provocativa, que se sobressai a todas as cores que fazem par com ela.

Azul: é a cor da paz e tem um efeito relaxante. Dá uma impressão de calma, segurança, conforto, sobriedade e contemplação. Em seu lado negativo, é depressivo, úmido e melancólico. É uma cor escura e sempre fria, mas com grande efeito relaxante nos ambientes. O azul tem características fortes de passividade, quietude, calma, segurança, paz e contemplação.

Preto: expressa, diferentemente, a escuridão e o poder. Em combinação com o branco, desperta a dualidade inerente ao ser humano, que o leva ao crescimento. Ela também representa o poder, a elegância, a riqueza e a dignidade.

Branco: é a cor celestial, espiritual, do santificado e inocente. O branco aplicado em ambientes provoca emoções resultantes de uma falta de atividade. Ele acentua a passividade e reduz a forte luminosidade de outras cores combinadas. Ela é celestial, inocente e pura.

Interessante né?

Referência: https://designersbrasileiros.com.br/

Compartilhe: